EMEI Dinorah monta fogueira para matar saudades dos alunos

EMEI Dinorah monta fogueira para matar saudades dos alunos

A EMEI Dinorah, localizada no bairro da Estufa l, organizou uma atividade coletiva envolvendo toda comunidade escolar: alunos, famílias, professores e funcionários

Junho seria o mês das lindas Festas Juninas e junto a elas a tradição de acender belas fogueiras. Esta maravilhosa festa além de alegrar e iluminar com suas fogueiras as noites estreladas de junho, alegra também com suas músicas, danças, ricos aromas e sabores, e o mais belo detalhe invisível: a alegria de estarmos juntos, de curtir um momento festivo, trocar risos, experiências, o amor, a amizade e o afeto.

Com a pandemia não pudemos estar juntos numa festa, mas isso não significa que não seguimos unidos!

As famílias e as crianças foram convidadas a participarem da construção de uma linda e luminosa fogueira, cheia de calor e bons desejos.

A fogueira foi, ao longo da semana, ficando cada dia maior, assim como o espírito de união e fé que nos movem.

Foi organizado um ambiente junino para interagir com os pequenos, um de cada vez. No momento da entrega da lenha ou do graveto as crianças receberam um “estalinho” para brincar e um saquinho de milho de pipoca para festejar com a família.

E a fogueira ficou do tamanho da nossa saudade …

Chegou a grande noite …

O fogo acompanha o ser humano desde seus mais importantes momentos evolutivos. Desde a pré-história ele aquece, ilumina e tem sido usado para cozinhar, sinalizar, transformar materiais e em festas tradicionais. Além de ser belíssimo! Agora será um símbolo da nossa união, de construção coletiva e afeto, assim como tem sido a união família-escola para manter vivo o desenvolvimento das nossas crianças…

Que apesar da distância, elas não se esqueçam desse espaço de afeto e aprendizagem que é a escola. Ele continua vivo e presente, como as chamas de uma grande fogueira.

/* * VLibras */