Alunos com necessidades educativas especiais participam de projeto direcionado

Alunos com necessidades educativas especiais participam de projeto direcionado

Os 22 alunos com necessidades educativas especiais (NEE) da escola municipal Governador Mario Covas, localizada no bairro do Ipiranguinha, vêm participando de duas atividades direcionadas especialmente a eles.

Os projetos de horta e oficina de macramê acontecem no contraturno escolar para alunos diagnosticados com transtorno do espectro autista, transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (tdah), paralisia cerebral, síndrome de down dentre outros…

Sob a supervisão do agente educacional Julimar, que tomou à frente da construção e organização do local e do projeto, os alunos desenvolvem atividades na horta da escola, especialmente montada para eles, além de terem desenvolvido um sistema de compostagem.

Todo o processo é realizado pelos alunos, desde a compostagem de material orgânico para utilização como adubo, ao preparo da terra, plantio e colheita, que é dividido e levado para casa.

Já às quartas-feiras, o horário é reservado para a oficina de macramê, atividade na qual os alunos tecem fios, sem a utilização de máquinas, produzindo pulseiras para uso deles mesmos.

Para Nívia Jordeli, coordenadora do Mário Covas, “as atividades trouxeram esses alunos para um lugar onde elas se sentem confortáveis e felizes. É gratificante ver uma criança que tinha dificuldades em se sujar brincando, mexendo na terra com prazer, utilizando as ferramentas ou as próprias mãos. O ganho não é apenas pedagógico, mas, também, a melhora da qualidade de vida de cada um deles”, concluiu.

—————————————-

Fonte: Secretaria de Comunicação / PMU